terça-feira, 17 de junho de 2008

A Maratona que Deu Certo

Pessoal, imaginam que a Maratona Cinematográfica deu certo? Pois deu tanto certo, que o Roberto Nunes (idealizador do Cine Cult), já prevê a segunda, para o mês de agosto.

Mas vamos aos fatos: muita gente diferente do público usual do Cine Cult, das sessões de sábado e domingo (as que eu freqüento). A maioria eram universitários e muita gente de meia-idade, freqüentadores de carteirinha do Cine Cult, não conseguiram adquirir os ingressos. Foram 200 pessoas felizardas, que resistiram até o final (acho que só uns 10 %) foram embora antes da última sessão terminar.

Os filmes? Bom, "Deserto Feliz" abriu a mostra, mas confesso que os temas de violência sexual e tráfico de animais fora mal exploradas. Salvou-se o do turismo sexual, mesmo assim, sem muito drama, de uma forma fria.

Depois de um intervalo para o lanche, voltamos para a sala a fim de assistir "Nossa Vida Não Cabe Num Opala" (o tão esperado filme surpresa). Para mim, outra decepção...
Salvou-se "Um Beijo Roubado", do Wong Kar-Wai. Eram quase 4h15, quando a poesia do cineasta começou a ser exalada na tela, através da competência de Jude Law e da boa surpresa de Norah Jones (primeiro papel no cinema).

O café da manhã estava esplêndido, produzido pelo Restaurante Ágape.
No mais, tudo bem e até a próxima maratona, se Deus quiser!!!!!

Um comentário:

World army 2009 disse...

A maratona n deu certo
Vc foi muito crítica

Mas vc faz os comercias com discrição
Legal!