quinta-feira, 28 de maio de 2009

Alejandro Zambrana apresenta "Romeiros de Fé"

Que felicidade, ao ver as fotografias de Alejandro Zambrana sobre os romeiros de Juazeiro do Norte (CE) expostas na Galeria Jenner Augusto (Espaço Cultural Semear Petrobras).

Desde que o fotógrafo cursava Rádio e TV na Universidade Federal de Pernambuco, no início desse século, que ele me falava sobre suas incursões à terra de 'Padim' Cícero Romão Batista. Fiquei curiosa para ver o trabalho, tendo em vista que já conhecia o potencial artístico de Zambrana, por conta de outras pequenas mostras que ela havia realizado aqui e em Recife.

No entanto, somente agora, anos mais tarde, tenho o privilégio de conferir de perto um pouco do que ele viu e interpretou sobre os romeiros daquele santuário sagrado. A espera valeu a pena!! Ao todo, são 30 fotografias em cromo, em que Zambrana nos mostra a fé e devoção ao Padre Cícero, sob vários aspectos: cultural, antropológico, religioso. Fico imaginando a batalha interna que não foi travada pelo fotógrafo ao ter que escolher esses 30 registros para compor a exposição "Romeiros de Fé", uma vez que o material coletado ao longos das seis viagens à localidade cearense, parecia infinito.

No final, o olhar se Zambrana nos faz 'viajar' pela mente daqueles fiés que não medem esforços para chegar àquele santuário que transformou Juazeiro do Norte num dos maiores centros de religiosidade popular da América Latina. São homens, mulheres, crianças humildes ou não, que saem de suas casas, há quilômetros de distância, para pagar promessa, pedir graças ou mesmo se reconfortar naquele imenso reduto sagrado/profano.

O resultado dessa expedição bem sucedida, que contou com o apoio do Banco do Nordeste, está na Galeria Jenner Augusto, bem à frente dos olhos do espectador que pode apreciá-la até 16 de junho, de segunda a sexta-feira, das 8 ao meio-dia e das 14h às 18h.

A única ressalva à montagem, diz respeito à ausência de moldura nas fotografias e legenda. Uma opção do fotógrafo, que pode soar estranho para as mais metódicas- como eu- mas que em nada compromete a qualidade do material mostrado. O Espaço Cultural Semear Petrobras está localizado à rua Vila Cristina, 148.

Texto: Suyene Correia

Foto: Num contra-plongée, Zambrana consegue um ângulo inusitado da estátua de 27 metros de Padre Cícero

2 comentários:

Marco Vieira disse...

Não me causou surpresa o resultado da exposição. Explico: sabia que boa coisa estaria por vir. rsrsrsrs. Ele absorveu o tema como poucos, e a proximidade e cumplicidade com que registrou as cenas causam a impressão de que as imagens foram feitas por algum devoto de "Padim ciço". Conseguiu materializar e capturar a emoção dos devotos com maestria, uma das melhores exposições que já passou por aqui.

Podemos chamá-lo agora de Alejandro, o romeiro.

Alejandro disse...

Suyene,
Agradeço suas palavras e acato todas sugestões.Pois,acredito que esse diálogo seja indeispensável para futuros projetos.
Abraço.