quarta-feira, 4 de junho de 2014

Teatro Atheneu recebe o XIII Fórum do Forró




Antonio Barros e Cecéu_http://bangalocult.blogspot.com
Antônio Barros e Cecéu são homenageados no Fórum do Forró


A partir de hoje, quem quiser conhecer um pouco mais sobre o tema forró e ouvir artistas renomados do gênero, tem endereço certo: o Teatro Atheneu. Mais uma vez, a casa de espetáculo sediará o Fórum do Forró, que está na sua 13ª edição, e traz como tema principal “Forró Temperado”. A abertura oficial acontece, logo mais, às 19h, com pronunciamento do Prefeito João Alves Filho, do secretário especial da Cultura e presidente da Funcaju, Manoel Luiz Fraga Viana e da vice-presidente, Aglaé D’Ávila Fontes.

Em seguida, por volta das 20h, acontece a palestra “Forró Temperado” com o escritor e pesquisador musical, Bráulio Tavares, sendo a atividade coordenada pelo idealizador do projeto e coordenador executivo do Fórum, Paulo Corrêa. Encerrando as atividades da noite, o momento musical com os grandes homenageados Antônio barros e Cecéu (PB), Mayra Barros (PB) e Genaro (PE).

Amanhã, às 19h, acontece a mesa redonda “Dois Tempos de História: Edgard do Acordeon e Rogério” com os palestrantes Prof. Paulino da Silva (UFS) e Antônia Amorosa (Funcaju) e coordenação da Profa. Janaína Couvo. O momento musical será composto por apresentações de Edgard do Acordeon e Amorosa e exibição de clipes de Rogério.

Na sexta-feira, dia de encerramento do evento, às 19h, haverá a mesa redonda “Com Respeito aos Oito Baixos” comandada por Léo Rugero (RJ) e tendo como participantes os irmãos Zé e Luizinho Calixto (PB). O Prof. José Augusto de Almeida (FS) coordenará a mesa. O encerramento dar-se-á com o momento musical dos ‘sanfoneiros dos oito baixos’ Zé Calixto, Luizinho Calixto e Robertinho dos Oito Baixos, além da presença dos alunos que participaram da oficina Sanfona de Oito Baixos” com Luizinho Calixto.

“Este ano,  estamos homenageando a dupla de compositores Antônio Barros e Cecéu e o sanfoneiro Zé Calixto, todos paraibanos, e também, o cantor Rogério e Edgard do Acordeon. Para quem desconhece, o casal Antônio Barros e Cecéu já escreveu mais de mil músicas e conseguiu emplacar mais de 100 sucessos, a exemplo de “Estrela de Ouro” e “Óia eu Aqui de Novo”, ambas na voz de Luiz Gonzaga; “Homem com H” e “Por Debaixo dos Panos” com Ney Matogrosso; “Bate Coração” com Elba Ramalho; “Procurando Tu” e “O Neném” com Trio Nordestino, entre outros. Como os compositores são injustiçados, pela pouca lembrança de seus trabalhos nas emissoras de rádio, vimos mais uma vez- no ano passado, foram lembrados Onildo Almeida e João da Silva- chamar a atenção desses nomes tão importantes para a formação musical do país. Poucos compositores conseguem viver dos direitos autorais de suas canções, mas Antônio Barros e Cecéu fazem parte dessa restrita lista”, diz Paulo Corrêa.

Quanto à escolha do paraibano Zé Calixto, juntamente com o irmão, Luizinho, são os últimos grandes sanfoneiros de oito baixos em atividade. Segundo Corrêa, se fosse para compará-los a outros dois grandes nomes do forró, seriam: Luiz Gonzaga e Dominguinhos. “Para se ter uma ideia, Luizinho, irmão mais novo de Zé Calixto é o único instrumentista que escreveu um método para tocar sanfona de oito baixos. Na oficina ministrada por ele, durante esta semana, na Escola de Artes Valdice Telles, esse  método será ensinado aos participantes”, conta.

Com relação aos homenageados locais, Paulo Corrêa explica que desde o ano passado, houve uma decisão de incluir, sempre no Fórum do Forró, nomes sergipanos. “Em 2004, Clemilda foi a primeira artista da terra a ser homenageada no Fórum. Depois, em 2010, Josa, o Vaqueiro do Sertão recebeu a honraria. No ano passado foi Erivaldo de Carira e, este ano, decidimos homenagear o cantor Rogério- que desde o ano passado, já estava com o nome indicado- e Edgard do Acordeon. Devido à saúde debilitada do cantor, ele não comparecerá ao evento, mas alguns de seus clipes serão apresentados na noite de quinta-feira”.

O pesquisador Leonardo Rugero, que participa do Fórum do Forró na sexta-feira, estará lançando em Aracaju, o livro “Com Respeito aos Oito Baixos”, cuja dissertação homônima de Mestrado de Música da UFRJ, serviu de base para a publicação. Além dele, o escritor, poeta e compositor Bráulio Tavares marca presença mais uma vez, no Fórum do Forró, discutindo sobre “Forró Temperado”. 

“Esse é o nome de uma canção de Cecéu e que serve para nortear a primeira mesa redonda do evento. O tema do 13º Fórum do Forró foi uma sugestão da vice-presidente da Funcaju, Aglaé Fontes, e é sobre o forró temperado com o ritmo, com a sensualidade, com todas as coisas que a música nordestina pode oferecer, muito bem explorada por Cecéu”, finaliza Corrêa.

A programação do 13ª edição do Fórum do Forró é gratuita e o evento é promovido pela Prefeitura de Aracaju e a Secretaria Especial de Cultura (SEC/Funcaju).
Postar um comentário