sábado, 3 de novembro de 2018

"Bixa Travesty" abre a 8a edição do SERCINE


A cerimônia de abertura da 8a edição do Festival Sergipe de Audiovisual (SERCINE) acontece, logo mais, às 19h, no Centro Cultural de Aracaju, localizado à Praça General Valadão, na capital sergipana. Além da exibição do documentário "Bixa Travesty" de Kiko Goifman e Claudia Priscilla, haverá um debate após o filme com Linda Brasil (ativista feminista, LGBT e transfeminista) e Maluh Andrade (secretária geral do AmoSerTrans). Para esquentar o público que comparecer à abertura haverá discotecagem do DJ JO-EL, do DJ ANTI e mapping Camila Pedroza.

O festival que prossegue até o dia 10 de novembro, com atividades gratuitas, no Centro Cultural de Aracaju e Museu da Gente Sergipana, conta ainda com mostras informativas e competitivas de curtas-metragens, além de exibição de filmes de longa-metragem convidados ("Parquelândia" de Cecília da Fonte- 05/11; "Tito e os Pássaros" de Gustavo Steinberg, Gabriel Bitar e André Catoto- 06/11; "Ferrugem" de Aly Muritiba- 07/11; "Rei"- 08/11 de Nilles Atallah; "Híbridos: os Espíritos do Brasil" de Vincent Moon e Priscilla Telmon; "Torre das Donzelas" de Susanna Lira) e o seminário "Mulheres no Cinema Brasileiro: que História é Essa ?" com Kátia Holanda no dia 05, às 14h30.

Quanto a "Bixa Travesty", o filme foi vencedor do Teddy Award na categoria documentário, no Festival de Berlim 2018 e contemplado com três prêmios no último Festival de Brasília (Melhor Filme pelo Júri Popular, Melhor Trilha Sonora), o Prêmio Saruê pela performance de Linn da Quebrada e Jup do Bairro, além da Menção Honrosa concedida pelo Júri Oficial. A força do documentário está na sua personagem principal: a multiartista Linn da Quebrada.

O documentário, cujo roteiro é assinado pela própria Linn e os diretores, intercala cenas da vida pessoal e da trajetória artística da funkeira e ativista trans, oriunda da periferia paulista, focando sua relação com a mãe, os amigos, a música e, principalmente, com o seu corpo. Linn da Quebrada é um ser em transformação, fluido (vide as ricas imagens de arquivo inseridas no filme) e seu corpo, um ato político. Juntamente com a amiga e também performer Jup do Bairro, ela testa os limites do corpo, na tentativa de alcançar o prazer, sem paranoias ou cobranças. 

Extremamente articulada e mordaz, Linn participa de um programa de rádio fictício (em breve, deverá virar série) construindo um discurso sólido, baseado em teorias queers e em sua própria vivência. Essas esquetes são um dos pontos altos do filme, assim como as cenas de Linn se recuperando de um problema de saúde e alguns momentos de suas apresentações musicais.

"Bixa Travesty" já se coloca como um dos melhores documentários brasileiros do ano, não só pela abordagem temática, mas como a discussão de gênero e identidade é conduzida pela protagonista ao longo dos seus 75 minutos. Imperdível!!

Programação Completa:

03 de novembro
Centro Cultural de Aracaju

ABERTURA
Cerimonia de abertura - 19h00

Longa Convidado – 14 anos
Bixa Travesty – Dir. Kiko Goifman e Claudia Priscilla
DOC. – 75min. – 2018 


05 de novembro
Centro Cultural de Aracaju

Seminário Conversas com o Cinema – 14h30 - LIVRE

Palestra
“Mulheres no cinema brasileiro: que história é essa?”
Karla Holanda

Mostra de Longas – 10 anos
Centro Cultural de Aracaju – 19h

Longa Convidado
Parquelândia – Dir. Cecilia da Fonte
DOC. – 73min. – 2018 


06 de novembro

Mostra infantil - LIVRE
Museu da Gente Sergipana -  9h

Mostras Competitivas
Centro Cultural de Aracaju – 14h30

Competitiva Universitária – 14 anos
Mercadoria – Dir. Carla Villa-Lobos – UFRJ – 15’ – 2017
Braços Vazios – Dir. Daiana Rocha – UFES – 16’ – 2017
Vidas Cinzas – Dir. Leonardo Martinelli – UNESA – 15’ – 2017
Um Lugar ao sul – Dir. Gianluca Cozza – UFPel – 11’ – 2018 

Competitiva Nordeste – 12 anos
Avalanche – Dir. Leandro Alves – AL – 21’ – 2017 
Vento Menino – Dir. Edemar Miqueta – MA – 25’ – 2017
Caleidoscópio – Dir. Natal Portela – CE – 18’ – 2017

Competitiva Brasil – 12 anos
Namoro à Distância – Dir. Carolina Markowicz – SP – 5’ – 2017
O Órfão – Dir. Carolina Markowicz – SP – 15’ - 2018
Lençol de Inverno – Dir. Bruno Rubim – MG – 24’ - 2017
Transvivo – Dir. Tati Franklin – ES – 20’ – 2017 


Mostra de Longas - LIVRE
Centro Cultural de Aracaju – 19h30

Curta Convidado
O Caçador de Árvores Gigantes – Dir. Anttonio Pereira – RS – 2016

Longa Convidado
Tito e os Pássaros – Dir. Gustavo Steinberg, Gabriel Bitar e André Catoto
ANIMAÇÃO – 73min. – 2018 


07 de novembro

Mostra infantil - LIVRE
Museu da Gente Sergipana -  9h

Mostras Competitivas
Centro Cultural de Aracaju – 14h30

Competitiva Universitária – 14 anos
Cravo, Lírio e Rosa – Dir. Maju de Paiva – UFF – 20’ – 2018
Ontem eu tive que morrer – Dir. Dominique Mangueira – UFS – 17’ – 2018
Sam – Dir. Miguel Moura e Julia Souza – SENAI CETIQT – 8’ – 2017 
Reexistir – Dir. Gabriela Lima – FAAP – 15’ – 2017 

Competitiva Nordeste – 12 anos
Boca de Loba – Dir. Bárbara Cabeça – CE – 19’ – 2018 
Grito! Parte I: Mini Manifesto Feminista Interseccional em Imagens - Dir. Dandara de Morais – PE – 23’ – 2018
Entre Pernas – Dir. Ayla de Oliveira – PE – 20’ – 2018

Competitiva Brasil – 12 anos
Carroça 21 – Dir. Gustavo Pera – SP – 12’ – 2018 
Carne – Dir. Mariana Jaspe – RJ – 11’ – 2017
Estado Itinerante – Dir. Ana Carolina Soares – MG – 25’ – 2016 
Fè Mye Talè – Dir. Henrique Lahude – RS – 16’ – 2018

Mostra de Longas – 14 anos
Centro Cultural de Aracaju – 19h30

Longa Convidado
Ferrugem – Dir. Aly Muritiba
FICÇÃO – 105min. – 2018


08 de novembro

Mostra infantil - LIVRE
Museu da Gente Sergipana -  9h

Mostras Competitivas
Centro Cultural de Aracaju – 14h30

Competitiva Universitária – 16 anos
Inconfissões – Dir. Ana Galizia – UFF – 21’ – 2017
Impermeável Pavio Curto – Dir. Higor Gomes – UNA – 20’ – 2018
Super Estrela Patreada – Dir. Leonardo Branco – UNA – 28’ - 2018

Competitiva Nordeste – 18 anos
MINOTAURO - viagem ao labirinto do corpo – Dir. Leonardo França – BA – 22’ - 2016
Imaginários Urbanos – Dir. Glauber Xavier – AL – 24’ – 2017
Aos meus pés – Dir. Felipe Saraiva – CE – 14’ – 2018
Não tema – Dir. Odécio Antonio – PB – 11 - 2018

Competitiva Brasil – 14 anos
Rio das Lágrimas Secas – Dir. Saskia Sá – ES – 25’ – 2018
Metempsicose – Dir. Italo Rocha e Marcelo Zuza – AC – 2’ – 2017 
Boi – Dir. Lucas Bettim e Renan Carvalho – SP – 13’ – 2018 
Sweet Heart – Dir. Amina Jorge – SP – 21’ – 2018

Mostra de Longas – 12 anos
Centro Cultural de Aracaju – 19h30

Longa Convidado
Rei – Dir. Niles Atallah
FICÇÃO – 91min. – 2017 - CHILE


09 de novembro

Mostra infantil - LIVRE
Museu da Gente Sergipana -  9h

Mostras Competitivas
Centro Cultural de Aracaju – 14h30

Competitiva Universitária – 12 anos
Tiba Uema – Dir. Maria Vitoria Uema – UFS – 5’ - 2018
Amor de Orí – Dir. Bruna Barros – UNB – 7’ – 2017   
Sessão Especial – Dir. Gabriela Queiroz – UFC – 20’ – 2017 
Modernidade Liquida (Videoclipe) – Dir. Andrey Costa e Luiz Michael – UFS – 5’ – 2018
Brasil 1984 – Dir. Filipe Cruz – UFS – 1’ – 2018

Competitiva Nordeste – LIVRE
Entre marés – Dir. Ayla de Oliveira – PE – 20’ – 2018 
Fantasia de Índio – Dir. Manuela Andrade – PE – 18’ – 2017 
Juninas – Dir. Thaís Ramos – SE – 19’ – 2018 
No signal – Dir. Jonta Oliveira – SE – 2’ – 2018 
[IN]SUSTENTÁVEL – Dir. Julio Castro e Seo Cruz – RN – 12’ – 2018  

Competitiva Brasil – 12 anos
Arara: Um Filme Sobre um Filme Sobrevivente – Dir. Lipe Canêdo – MG – 13’ – 2017
Retratos sobre o Não Ver – Dir. Erik Gasparetto – PR – 19’ – 2018 
Logo Após – Dir. Ana Carolina Soares – MG – 29’ – 2018 
Intervenção – Dir. Isaac Brum Souza – GO – 18’ – 2017

Mostra de Longas – 12 anos
Centro Cultural de Aracaju – 19h30

Longa Convidado
Híbridos: Os Espíritos do Brasil – Dir. Vincent Moon e Priscilla Telmon
DOC. – 88min. – 2017


10 de novembro
Centro Cultural de Aracaju

ENCERRAMENTO 
Cerimonia de Encerramento - 19h30

Longa Convidado – 14 anos
Torre das Donzelas – Dir. Susanna Lira
DOC.  – 92min. – 2018
Postar um comentário