terça-feira, 23 de setembro de 2008

ABBA desperdiçado

Assisti a "MAMMA MIA!" ontem à tarde e, simplesmente, achei um fiasco. Um filme completamente sem sentido!!! Meus amigos sabem o quanto curto o grupo sueco ABBA, que arrebentou a 'boca do balão' na década de 70, e até hoje, é sucesso garantido em pistas retrô. Daí, porque estava ansiosa para conferir este filme estrelado por Meryl Streep e Pierce Brosnan, cuja história se passa na Grécia.
Ao iniciar o filme, já percebo ( e meus óculos não estavam embaçados) que a parte superior da tela estava com a imagem ligeiramente desfocada. Os rostos dos atores, a depender do enquadramento, ficaram com a nitidez comprometida e sem brilho. Defeito da película?? Provavelmente. Mas aquele desconforto só aumentou, somado aos agudos esganiçados do elenco, quando entoava algum hit 'abbaniano'.
Há um esforço da roteirista- Catherine Johnson- ou mesmo dos atores mais tarimbados em não deixar a história descarrilhar, mas não basta cantar "Dancing Queen" ou "Voulez-Vous". Tem que interpretar!!! E ao contrário do que aconteceu em "A Última Noite" de Robert Altman, em que canta muito bem, por sinal, Streep não consegue manter o fôlego em interpretar e cantar ao mesmo tempo neste filme de Phyllida Lloyd, derrapando nas duas incumbências.
Os números musicais são desconcertantes, não há química entre os casais e tudo vira uma salada russa. Se não fosse a trilha sonora, que me envolveu de qualquer jeito, teria me retirado da sala, antes do filme terminar.
Em pensar que assisti recentemente, "Across The Universe" brilhantemente dirigido por Julie Taymor (Frida) e embalado pelas canções dos Beatles... Dá de 1000 em "MAMMA MIA!"
Quem quiser conferir "Across The Universe" que, infelizmente, não passou em nossos cinemas, o DVD está sendo comercializado nas Lojas Americanas ao preço de R$ 29,90.
Já "MAMMA MIA!", se você curtir mesmo o ABBA, é melhor colocar o velho vinil na vitrola ou o CD remasterizado do grupo no CD Player. Uma canção vale mais que mil imagens...
Postar um comentário