quarta-feira, 8 de maio de 2013

Festival Varilux de Cinema Francês chega a Aracaju

O Menino da Floresta_Festival Varilux 2013_http://bangalocult.blogspot.com
"O Menino da Floresta": animação primorosa francesa 


Camille Claudel 1915_Festival Varilux 2013_http://bangalocult.blogspot.com
Binoche está irrepreensível em "Camille Claudel 1915"



O Festival Varilux de Cinema Francês, finalmente, chega a Aracaju, nesta sexta-feira, depois de 10 anos de existência. A mostra, que passará por 45 cidades e cerca de 70 salas distribuídas pelo país, será a primeira atividade do Cine Vitória, localizado na Rua do Turista (antiga Rua 24 Horas). O evento traz títulos inéditos da produção francesa contemporânea, como "Camille Claudel 1915", "Renoir",  "O Menino da Floresta", "O Homem que Ri" e "Adeus, Minha Rainha", entre outros.

Ao todo serão 14 filmes, que serão exibidos duas vezes, durante a próxima semana. Será a "a prova dos nove" da nova sala de exibição de Aracaju, que  funcionará em caráter experimental durante o Festival, tendo sua inauguração oficial marcada para o próximo mês, com a exibição de "Aos Ventos que Virão" de Hermano Penna. 

Os ingressos para o Festival Varilux poderão ser adquiridos no próprio cinema, no horário das exibições, ao preço de R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia), durante a semana, e R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia), nos finais de semana.

O Cine Vitória é uma unidade da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) que será gerenciada em parceria com a Casa Curta-SE através do projeto Sala Avenida Brasil. A reforma e modernização do espaço foi viabilizada através de um convênio de R$ 272.573,17 realizado entre o Governo do Estado e o Ministério da Cultura (MinC).

Confira abaixo, a programação completa do Festival Varilux 2013, em Aracaju:

Sexta-feira, 10 de maio
14h30 – Anos Incríveis (direção: Michel Leclerc)
16h50 – O Homem que Ri (direção: Jean Pierre Améris)
18h50 – A Datilógrafa (direção: Régis Roinsard)
21h05 – Aconteceu em Sant-Tropez (direção: Danièle Thompson)

Sábado, 11 de maio
14h30 – O Menino da Floresta (Jean-Christophe Dessaint)
16h30 – Renoir (Gilles Bourdos)
18h45 – Além do Arco-íris (Agnes Jaoui)
21h –  Adeus, Minha Rainha (Benoît Jacquot)

Domingo, 12 de maio
15h – O Menino da Floresta (Jean-Christophe Dessaint)
17h – Camille Claudel 1915 (Bruno Dumont)
19h – Feito Gente Grande (Carine Tardieu)
20h55 – Pedalando com Molière (Philippe Le Guay)

Segunda-feira, 13 de maio
14h30 – Uma Dama em Paris (Ilmar Raag)
16h30 – A Datilógrafa (Régis Roinsard)
18h45 – O Homem que Ri (Jean Pierre Améris)
20h45 – Camille Claudel 1915 (Bruno Dumont)

Terça-feira, 14 de maio
14h30 – Além do Arco-íris (Agnes Jaoui)
16h45 – Feito Gente Grande (Carine Tardieu)
18h40 – Renoir (Gilles Bourdos)
20h55 – Prenda-me (Jean- Paul Lilienfeld)

Quarta-feira, 15 de maio
14h30 – Aconteceu em Sant-Tropez (Danièle Thompson)
16h35 – Pedalando com Molière (Philippe Le Guay)
18h45 – Uma Dama em Paris (Ilmar Raag)
20h45 – Os Sabores do Palácio (Christian Vincent)

Quinta-feira, 16 de maio
14h30 – Prenda-me (Jean- Paul Lilienfeld)
16h35 – Adeus, Minha Rainha (Benoît Jacquot)
18h40 – Pedalando com Molière (Philippe Le Guay)
20h50 – Anos Incríveis (Michel Leclerc)
Postar um comentário