quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Elia Kazan para Ver e Rever

Se estivesse vivo, o cineasta turco Elia Kazan ( cujo nome de batismo era Elias Kazanjoglou )  completaria nesta segunda-feira, 100 anos. E para comemorar a data, o site www.2001video.com.br oferece aos cinéfilos a oportunidade de acrescentar à DVDteca, títulos conduzidos pelo diretor, como “Pânico Nas Ruas” (1950), “Sindicato de Ladrões” (1954), “Uma Rua Chamada Pecado” (1951) e “Vidas Amargas”(1955), a preços bastante convidativos (variando entre R$ 19,90 e R$ 24,90).
Desses filmes, talvez o mais emblemático seja “Vidas Amargas” estrelado por James Dean. Primeiro filme de sua curtíssima carreira - James Dean faria apenas mais dois filmes, “Juventude Transviada” e “Assim Caminha a Humanidade”- o clássico que conta ainda com Julie Harris, Raymond Massey, Burl Ives, Dick Davalos e Jo Van Fleet no elenco, foca na estória de Carl (Dean).
O jovem desajustado do Vale Salinas, região da Califórnia, clama pelo afeto de seu rigoroso pai (Raymond Massey) ao lado de seu favorecido irmão (Richard Davalos). Como se não bastasse o desprezo paterno, Carl descobre que sua mãe (Jo Van Fleet, vencedora do Oscar de Atriz Coadjuvante), até então dada como morta, reside na vila ao lado.
É um clássico incontestável na filmografia de Kazan, que a despeito de ser lembrado como traidor- como ex-membro do Partido Comunista dos Estados Unidos, dedurou colegas ao Comitê de Investigações de Atividades Anti-Americanas, durante a década de 50- era um excelente diretor e roteirista, fundador da Escola de Representação Actor’s Studio de onde saíram Paul Newman, Marlon Brando, Rod Steiger, Marilyn Monroe, Anne Bancroft, Eva Marie-Saint, Dustin Hoffman, Al Pacino, entre outros.
Elia Kazan faleceu  na cidade de Nova Iorque em 8 de setembro de 2003.
Legenda da Foto: Capa do DVD  de "Vidas Amargas" , um clássico estrelado por James Dean
Texto: Suyene Correia
Foto: divulgação 

2 comentários:

RENATA OURO disse...

FANTÁSTICO!

Fatima disse...

Grande Suyene onde através de seu Bangalô Cult nos atualiza nas incursões cinematográficas, ampliando "nossa caixa de ferramentas" fílmicas e, ainda de aperitivo nos brinda com promoções de grandes películas..