terça-feira, 22 de setembro de 2009

Truman Capote Atende Às Súplicas dos Fãs


Até hoje, nunca li nada de Truman Capote. Nem mesmo seu livro mais famoso- "A Sangue Frio"- publicado em 1966, tive curiosidade de folhear. Sem querer, Capote estreava o New Journalism, ao descrever com minúncias o brutal assassinato de uma família na cidade de Holcomb, localizada no interior do estado do Kansas (EUA), da idéia inicial do crime até a execução dos assassinos.

Em compensação, assisti ao filme de mesmo nome, lançado em 1967 e dirigido por Richard Brooks, o qual não gostei. De Capote, só ouviria falar de forma exaustiva, por conta do filme homônimo lançado em 2006, dirigido por Bennett Miller e, magistralmente, interpretado por Philip Seymour Hoffman (o qual lhe garantiu o Oscar de Melhor Ator). Posso dizer que fiquei até interessada em ler o seu best-seller, mas acho que mais pelo carisma de Hoffman, do que qualquer outra coisa.

Agora, no entanto, resolvi arriscar minha leitura numa obra desse polêmico escritor. Acabei comprando na Banca Jardins, pelo módico preço de R$ 15, o livro "Súplicas Atendidas". Editado pela L&PM POCKET, o romance inacabado começou a ser publicado em capítulos em 1975, na revista americana Esquire. Após a publicação de dois capítulos na revista, Capote interrompeu a empreitada e, apenas em 1987, já póstumo, o livro foi então editado no Estados Unidos, só agora chegando em edição brasileira.

A ideia de Truman Capote é que "Súplicas Atendidas" (título inspirado numa citação de Santa Teresinha, que disse: " mais lágrimas são derramadas por súplicas atendidas do que pela não atendidas")  fosse o equivalente moderno da obra-prima de Proust- "Em Busca do Tempo Perdido"- e versaria sobre o mundo dos aristocratas e café society na Europa e na costa leste dos Estados Unidos.

Só que o escitor pegou "pesado", inclusive com amigos de colégio, revelando histórias escabrosas, que não deviam ser levadas ao pé da letra, mas por azar dele, foram. Apesar de não ter dado "nomes aos bois", as figuras ilustres se sentiram ultrajadas e, paulatinamente, os convites para as reuniões e festas começaram a minguar para Capote. Ele tornou-se vítima de sua própria malícia e o isolamento foi só um crescente.

No entanto, a história de um escritor-massagista e suas aventuras pelo jet set, esbarrando com personagens reais, parece chegar em boa hora para os velhos e novos admiradores desse escritor americano. Enfim, seus fãs tiveram as "Súplicas Atendidas". Agora, é ler para crer!!!

Texto: Suyene Correia

Foto: Capa do livro
Postar um comentário