quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Garota Prodígio??!! Ela não é o Robin...

Pessoal, como estou de férias do jornal, ando um pouco preguiçosa para escrever. Assunto não falta, mas coragem... Pois bem, aqui estou para discutir um assunto não tão novo assim, mas que também não é velho o bastante para ser descartado.
Trata-se do talento (ou a 'falta de') dessa adolescente chamada Mallu Magalhães. Desde que li a ENORME matéria com o título "Revolucionária aos 16 Anos", publicada na BRAVO ! do mês passado, que eu queria dedicar algumas linhas do Bangalô Cult para o trabalho dessa "garota prodígio" (é o que dizem por aí).
E porque li tantos elogios à mesma, decidi conferir o que é que esta multiinstrumentista (quantos instrumentos ela sabe tocar de fato?) tinha de tão revolucionário para sair em meio mundo de espaços midiáticos.
A resposta? Nada de mais. Nadica de nada. Ouvi as canções de sua autoria no myspace e a cada click, para abrir um novo aquivo de música, eu caía na risada. Ria da minha própria estupidez, em acreditar que tanto barulho poderia resultar em algo significativamente pulsante.
A vozinha de Mallu ( similar, mas inferior à da vocalista do grupo Frente- confira no youtube alguns clipes da banda) cantando "Tchubaruba", "Don't Look Baby", "J1", entre outras, só me convence de uma coisa: de que a garota deve ter escutado muitos discos do pai, colocado tudo no multiprocessador e....... T_C_H_U_M. Referências mil, autenticidade zero.
Mas a massa prefere o multiprocessador ao velho liquidificador com hélices extremamente cortantes. Nesse "País das Maravilhas", quem canta em 'silêncio' como Mariene de Castro, Ná Ozetti, Eliana Printes, Nilze Carvalho, Teresa Cristina, Mônica Salmaso, Ithamara Koorax, Bebel Gilberto, só para citar algumas vozes femininas, é que vale a pena ser ouvida.
Você por acaso já comprou um CD de alguma delas ou conferiu um clip no youtube? Tá esperando o quê?

Suyene Correia
Postar um comentário