segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Banda de Boca se apresenta no Lourival Baptista

Nos próximos dias 25 e 26 de fevereiro, às 20h, no palco do Teatro Lourival Baptista, os sergipanos terão a oportunidade de conferir o talento do grupo baiano Banda de Boca. Considerada uma das melhores acapellas do país, o grupo pretende brindar a plateia com um show de vocalismo e sonoridade, pincelado de humor teatral. E mais,  repertório de qualidade, arranjos criativos e refinamento vocal.

No rastro do sucesso de temporadas realizadas em diversas cidades do país, o Banda de Boca reedita neste show o aplaudido quadro de Ópera Bufa, inserindo, porém, algumas inovações. O figurino, por exemplo, ganha o glamour dos trajes cênicos, típicos desse gênero teatral italiano, tornando verossímeis as imagens e cenas em palco, ao tempo em que brinca e satiriza a contemporaneidade baiana e a de outros cantos do país, utilizando a melodia de óperas universais.

Os cinco músicos que compõem o grupo – Hiran Monteiro (maestro e principal arranjador), Fábio Eça, Neto Moura, Arno Júnior e Poliana Monteiro – todos músicos profissionais e muito bons de boca, mostram com extraordinária habilidade a arte de cantar e se acompanhar simultaneamente, produzindo sons dos mais variados instrumentos, do pandeiro ao violino, passando pela bateria, cello, guitarra, sax, sanfona e até o prosaico triângulo.

No repertório do show será possível conferir ritmos e estilos diversificados: do MPB ao clássico, passando por ritmos nordestinos, pop, funk, baladas e samba de roda, num mosaico de elementos, sons e referências da cultura musical brasileira, seja urbana, regional ou erudita. E, de quebra, pincelam o show com as deliciosas brincadeira do  “MPB pras Crianças”, CD recém lançado pelo selo Biscoitinho, da gravadora Biscoito Fino.

Composições próprias também pontuam o musical, que de tão dinâmico e criativo não tem o menor receio de parecer elitista ao priorizar composições de mestres como Chico Buarque, Lenine, Caetano Veloso, Tom Jobim e Beatles. A direção musical e artística do espetáculo é do próprio Hiran Monteiro.  A iluminação é
assinada por Everaldo Belmiro, o cenário por Júnior Mendonça e a tecnologia de som por Roque Almeida e Robério. A produção fica a cargo de Analécia Santana.
 
Quem quiser conferir o espetáculo, basta levar 2 kg de alimentos não perecíveis para serem trocados pelo ingresso de acesso ao show.
Postar um comentário