terça-feira, 9 de outubro de 2012

MIS promove mostra em homenagem a Kenji Mizoguchi

Cena do filme Oharu - vida de uma cortesã (1952)
 
Entre os dias 12 e 13 de outubro, o MIS (SP), instituição da Secretaria de Estado da Cultura, vai abrir as portas do seu auditório para uma homenagem aos 90 anos de carreira do diretor e roteirista japonês Kenji Mizoguchi. Em parceria com a Fundação Japão, a mostra gratuita, composta por uma seleção de filmes célebres da carreira de Mizoguchi, será exibida inteiramente em película 16mm e 35mm.

Mizoguchi produziu seus filmes com um olhar de pintor e a sensibilidade de um poeta. Com belas composições, recriou movimentos suaves com a câmera e explorou a relação psicológica de seus personagens. Assim, o diretor fascinado por tomadas longas e riqueza de detalhes em sua mise en scène, revela o cotidiano japonês por meio de dramas familiares, ao mesmo tempo em que documenta social e economicamente as transições de um Japão que passa do feudalismo para a modernidade, do campo para a cidade.

Seu tema principal foi o status social das mulheres japonesas e seu papel em uma sociedade dividida entre tradição e modernidade. Entre seus principais filmes, constam Nihombashi (1929); Shikamo Karera wa yuku (1931); Geido ichidai otoko (1941); Vida de O-Haru, galante mulher (1952); Contos da lua pálida depois da chuva (1953); O Sansho Bailiff (1954); A Imperatriz Yang Kwei Fei (1956).

Confira a programação completa da Mostra Kenji Mizoguchi:

SEXTA 12.10
15h - A Nova Saga do Clã Taira (Japão, 1955, 108 min, 16 mm)
17h - Contos da lua vaga depois da chuva (Japão, 1953, 97 min, 16 mm)
19h - O Intendente Sansho (Japão, 1954, 126 min, 16 mm)

SÁBADO 13.10
15h - Os Amantes Crucificados (Japão, 1954, 102 min, 16 mm)
17h- A Música de Guión (Japão, 1953, 85 min, 35 mm)
19h-  Oharu – vida de uma cortesã (Japão, 1952, 148 min, 16 mm)

O Museu da Imagem e do Som (MIS) localiza-se à Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo.
Telefone: (11) 2117- 4777

Postar um comentário