sexta-feira, 28 de junho de 2013

Nenhum Cartaz em Favor da Cultura

Até agora, não vi nenhum manifestante empunhar cartazes em prol da cultura. Quem já viu, manda uma foto para mim. Afinal, vamos completar esse tripé: Educação-Saúde-Cultura. Senão, o país não vai andar prá frente, não.

Já pensou uma cidade sem bibliotecas, sem teatro, sem cinema, sem museus, sem orquestras e nem bandas, sem o seu patrimônio material e imaterial preservados, sem as manifestações folclóricas em atividade, sem os escultures, pintores e videomakers podendo mostrar a sua arte ? E o que dizer dos repentistas, bordadeiras, grafiteiros, cordelistas, artesãos ?

Todos esses profissionais, precisam de mais atenção do Ministério da Cultura, das Secretarias de Cultura, sejam elas do município ou do Estado, de políticas de produção cultural mais consistentes e constantes, de editais com maior abrangência artística, contemplando não só o teatro, o cinema ou a música, mas também a dança, a performance, as artes visuais, entre outras vertentes.

Para que obras de restauro não continuem paradas; para que centros culturais voltem a funcionar; para que galerias de arte não continuem abandonadas; para que as salas de teatro tenham manutenção decente; para que artistas locais recebam cachês dignos de suas apresentações, para que festivais de cinema, teatro e música recebam apoios mais dignos do poder público; para que nossas festas tradicionais não morram; para que a população de A-Z consiga usufruir do melhor da nossa cultura; coloque seu bloco na rua, manifestem-se com suas frases de efeito, exijam mudanças do Governo.

Ah, só lembrando que se os 100 % dos royalties for para a Educação, os 50 % de não sei mais o que, for para a Saúde, vai sobrar o quê para a cultura ??? Não dá para ficar calado, tem que reivindicar!!!!
Postar um comentário