quinta-feira, 2 de julho de 2009

Baden Powell Repaginado

Sempre apreciei as composições do gênio Baden Powell, mas tinha apenas um CD dele, de uma coletânea que nem lembro bem por qual gravadora saiu. Fiquei tão feliz quando a Folha de S. Paulo lançou a coleção 50 Anos de Bossa Nova e, no número 4 , vinha logo a homenagem ao carioca violonista, morto em 2000. No seleto repertório de 12 músicas, 'Valsa de Eurídice', 'Apelo', 'Chuva', 'Canto de Ossanha', 'Lamentos', entre outras.
Agora, outra oportunidade de curtir a genialidade do 'maior violão brasileiro', dessa vez sob os arranjos do seu filho mais velho, o pianista Philippe Baden Powell e o violonista Mário Adnet.

O disco "Afro Samba Jazz- A Música de Baden Powel" (Gravadora Biscoito Fino) traz 14 composições de Baden, algumas em parceria com Vinícius de Moraes, outras com Paulo César Pinheiro. É possível apreciar por exemplo, 'Ritmo Afro', 'Canto de Ossanha', 'Berimbau', 'Lamento de Preto Velho'' e 'Canto de Yemanjá' , não só puramente instrumental, mas também interpretadas por Mônica Salmaso, no caso desta última e Carlos Negreiros, em 'Lamento de Preto Velho'.

O disco traz uma diversidade rítmica enriquecida por uma orquestra de sopros bem afinada, além de revelar composições do mestre do violão, que até então não tinham sido gravadas, a exemplo de 'Caxangá de Oxalá', 'Lamento de Preto Velho', 'Ritmo Afro' e 'Domingo de Ramos'.

Selecionado no edital Natura Musical de 2008, "Afro Samba Jazz- A Música de Baden Powell" é obrigatório na CDteca de qualquer aficcionado por boa música. Boa audição!!!


Texto: Suyene Correia

2 comentários:

fabioalves disse...

Até que fim, eu passando por aqui e conferindo seu blog. Particulamente, como gosto de música, interessei-me por este lançamento. Sem dúvida alguma, o repertório deste cd,a contar pela fonte inspiradora, deve ser magistal. Agora é procurar, comprar e curtir.

fabioalves disse...

Parabéns pela formatação e pelos textos do blog. Gostei de sua caricatura e da foto.
fabio alves