segunda-feira, 22 de março de 2010

Amor de "Mother"



"Mother- A Busca Pela Verdade" ainda não chegou por aqui e receio que só virá, se o produtor cultural Roberto Nunes escalá-lo para uma Sessão Notívagos ou Virada Cinematográfica (fica a dica aí...), mas tive a sorte de vê-lo há uma semana em Salvador (infelizmente, já saiu de cartaz por lá) e confesso que fiquei impressionada com o roteiro e a direção do coreano Bong Joon-ho ("O Hospedeiro").

O filme mescla drama com suspense (em pitadas menores) na medida certa, surpreendendo o espectador a cada minuto, com suas reviravoltas e revelações. De uma cena aparentemente banal e sob certo aspecto até patética, somos apresentados à "mother" em questão vivida por Kim Hye-Ja. 

Numa cena panorâmica, vemos a personagem principal dançando no meio de um trigal ,  numa espécie de catarse insana. Aquela cena aparentemente sem explicação, será revelada ao final da projeção da película, mas antes disso, acompanhamos a jornada dela, desesperada, para inocentar seu filho de um crime que, aparentemente, ele não cometeu.

O filho, vivido pelo ator Won Bin, tem um ligeiro déficit mental, fruto talvez, de um incidente ocorrido na infância, do qual a mãe se sente culpada. Talvez por conta disso, é que ela irá defender sua cria das injustiças promovidas pela comunidade e pela polícia local, que o utiliza como "bode expiatório".

Praticamente agindo sozinha, a mãe do rapaz se envolve em situações limites durante as investigações  que empreende nos horários de folga, quando não está agindo como acupunturista ilegal ou vendendo ervas. Por outro lado,  ela tenta arrancar da mente do garoto, o que de fato ele viu na noite em que uma estudante foi brutalmente assassinada, a fim de lhe ajudar a chegar ao real assassino.

Contando assim, parece uma história como tantas outras já mostradas em bons policiais feitos pelo mundo afora, mas em se tratando de Bong Joo-ho, o que acompanhamos é uma narrativa densa e  tensa, bem alinhavada, sem brechas e repleta de situações surpreendentes. A forma arrojada do roteiro assinado por Bong e Park Eun-Kyo é o grande diferencial desse representante da Coréia do Sul para o Oscar 2010, que infelizmente ficou de fora da categoria Melhor Filme Estrangeiro.

"Mother- A Busca Pela Verdade" é uma verdadeira descoberta do que pode vir a significar a expressão "amor de mãe". Veja e comprove.

Texto: Suyene Correia

Legenda da Foto 1: A mãe não suporta ver seu filho preso e irá em busca do verdadeiro assassino
Postar um comentário