sexta-feira, 26 de março de 2010

The Baggios grava CD em SP



O guitarrista Júlio Andrade e o baterista Gabriel Carvalho (“o Perninha”) desde a semana passada que se encontram em São Paulo, para a gravação de seu primeiro disco. Até então, a The Baggios, banda sergipana de que fazem parte, havia apenas lançado dois “EPs”, em seis anos de existência.  Agora, os rapazes decidiram investir num disco mais completo, com 15 faixas, entre inéditas e outras já conhecidas do público e, de quebra, realizam uma mini-turnê pelos Estados de São Paulo e Minas Gerais.

A empreitada contou com o apoio do Circuito Fora do Eixo (rede de trabalhos concebida por produtores culturais das regiões centro-oeste, norte e sul que estimulam a circulação de bandas, o intercâmbio de tecnologia de produção e o escoamento de produtos nesta rota), responsável pelas apresentações da The Baggios com a banda Porcas Borboletas (MG) e do produtor cultural Quique Brown, que organizou o restante da turnê. Mas o desejo de alçar  voos mais longínquos foi decisivo para que a Gabriel e Júlio partissem para um novo projeto.

“Sem dúvida, que a inserção de Sergipe no Circuito Fora do Eixo contribuiu muito para a realização dessa turnê, ainda que nosso intuito maior seja mesmo gravar o disco. Os shows que iremos realizar são uma consequência, mas bem vindos, uma vez que será importante para a divulgação do nosso trabalho”, diz Júlio Andrade.

Ao todo serão sete shows (já confirmados), nas cidades de São Carlos, Vinhedo, Araraquara, Campinas, Bauru e São Paulo. Concomitante a isso, a The Baggios ainda encontra tempo para gravar o videoclipe da canção “Em Outras” e conceder entrevistas em emissoras de rádio.

É no C4 Estúdios, localizado na Bela Vista, que eles ficaram confinados durante três dias para as gravações. A ideia inicial é de realizar toda a captação do som em São Paulo e mixar o disco em Aracaju. Depois, a masterização será feita em outro Estado com melhor recurso para tal.

Canções já conhecidas da galera seguidora da dupla, como “Pegando Punga”, “Candangos Bar” e “Oh Cigana” dividem espaço com inéditas como “O Azar me Consome” e “Jose Magnólia” e a expectativa dos integrantes da Baggios é que o disco saia a contento e funcione como um ótimo “cartão de visitas” da banda.

Origem- Formada em 2004, na cidade de São Cristóvão, a The Baggios tem a peculiaridade de ser formada por apenas dois integrantes: Julio Andrade (guitarra e voz) e Gabriel Carvalho (bateria). Embebidos nas águas turvas e viciadas da música negra, os acordes envenenados da banda misturam ritmos tradicionais, como o Blues, passando do rock sessentista ao garage rock.

A banda tem a embalagem pronta para quem almeja galgar espaços no mainstream: identidade própria, discurso totalmente enraizado com as questões de sua época e de sua gente, e letras que falam diretamente ao público, sem meio termo. O nome surgiu como homenagem a um músico andarilho da pacata cidade histórica, que se vestia de forma esquisita e contava histórias surreais pelas esquinas.

A banda já se apresentou em festivais como, Big Bands (SSA), Música para Todos os Ouvidos (SSA), Projeto Verão (SE), Festival Mundo, Festival Dosol (RN), Feira Noise (BA) e fez  uma turnê de seis shows pelo Nordeste. Na discografia, conta com uma demo lançada em 2007 e o EP- “Hard Times” (2009)- gravado até então.

Texto: Suyene Correia

Legenda da Foto: Gabriel e Júlio (The Baggios) retornam na semana que vem da turnê em SP (crédito: Snapic)

Postar um comentário