sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Hailee Steinfeld: essa garota vai longe...


Desde que assisti ao trailler de "Bravura Indômita",  fiquei na expectativa de conferir a interpretação da novata Hailee Steinfeld, para comprovar se a indicação ao Oscar de Atriz Coadjuvante era justa. Conclusão: não só a sua, mas pelo menos metade das 10 indicações, a que o filme dos irmãos Coen está concorrendo.

Incrível como simpatizo com as produções menos badaladas de Joel e Ethan, a exemplo de "Arizona Nunca Mais", "Queime Depois de Ler" e "Um Homem Sério", do que com os quase unânimes "Fargo" e "Onde os Fracos Não Têm Vez". Parece que dessa vez, no entanto, estou fazendo parte do time dos incensadores deste filme.

Não vi, ainda, o clássico de 1969, dirigido por Henry Hathaway e estrelado por John Wayne, mas garanto que essa adaptação do romance de Charles Portis é uma produção e tanto, com um roteiro bastante afiado, excelentes interpretações e uma fotogafia de tirar o fôlego.

Hailee Steinfeld encarna muito bem o papel de Mattie Ross, adolescente que decide vingar a morte do pai, contratando o agente federal Reuben "Rooster" Cogburn (Jeff Bridges, em atuação impagável) para dar cabo do assassino. Nessa empreitada, que a garota decide bancar e enfrentar junto com o beberrão Cogburn, ainda há espaço para um terceiro personagem, o texano La Bouef (Matt Damon), que também está à procura do fugitivo.

Arredios no início, os três vão polindo as arestas no decorrer da viagem, sendo que ao final, depois dos verdadeiros sentimentos terem vindo à tona, o inevitável amor brota dos corações de Ross e Cogburn. Mas os Coen não estão preocupados se haverá um final feliz.

Sem descuidar do humor e pincelando a narrativa com seus habituais tons bizarros, os Coen realizam mais um filme marcante, com apuro na direção de arte, na fotografia, no roteiro, nas interpretações e na direção.

Se não fosse a Melissa Leo em "O Vencedor", Hailee Steinfeld levaria o Oscar de Coadjuvante para casa. 

Texto: Suyene Correia

Legenda da Foto: Steinfeld e Bridges em grandes performances no filme dos irmão Coen

3 comentários:

spleencharutos disse...

Outro dia, vi "Delírios de Hollywood". Filmão! Ainda não conferi "Bravura Indômita", mas essa dupla é foda!

Laryssa Viana disse...

Suyene tudo bem? Bom, eu acho que este é o 1º trabalho dos Coen que eu gosto. Fiquei surpresa com as 10 indicações, afinal Globo de Ouro e o SAG's o excluíram da lista. A menina Hailee Steinfeld está ótima mesmo, até já tinha comentado aqui a sua interpretação, confesso que assistiria duas horas de filme só dela negociando com o vendedor de cavalos rs (muito boas). Acho que ela tem chances de tirar da Melissa. O fato de a Leo ter feito campanha a seu favor para ganhar o Oscar e a Hailee ser no filme atriz principal e está na categoria coadjuvante aumenta suas chances. Gostei do novo visu do blog. Abraços Laryssa

rmcta disse...

Também prefiro os filmes menos badalados dos Coen. Adoro "E aí, meu irmão, cadê você?", por exemplo.
A Melissa fez besteira na campanha para o Oscar e o seu favoristimo caiu. Agora não se sabe o que vai acontecer, mas especulam que a Hailee vai ganhar.
Não gostei do Jeff Bridges, acho caricato, mas, depois de uma meia hora sonolenta, o filme anda bem. O final é muuito bonito. Abraço!