segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

O Oscar da Previsibilidade



Decididamente, a 83a cerimônia de entrega do Oscar realizada ontem, no Kodak Theatre,  não apresentou nada fora do script. Nenhuma surpresa (talvez o prêmio de Melhor Fotografia para o filme "A Origem", tenha sido a única em toda premiação) ocorreu, e os premiados um a um, ao serem chamados para receber suas estatuetas - mesmo que aparentando um certo nervosismo, como Melissa Leo (A. Coadjuvante) ou a diretora Susane Bier pelo dinamarquês "Em Um Mundo Melhor"- pareciam estar certos de suas vitórias.

Os prêmios foram pulverizados de alguma forma, de modo que "O Discurso do Rei" ( Filme,  Direção, Ator e Roteiro Original) e "A Origem" (Fotografia, Efeitos Especiais, Mixagem e Edição de Som), ficaram com quatro estatuetas; "A Rede Social" (Edição, Roteiro Adaptado, Trilha Sonora)  ficou com três; "O Vencedor" (Atriz e Ator Coadjuvante), "Toy Story 3" (Canção e Animação) e "Alice no País das Maravilhas"  (Direção de Arte e Figurino) abocanharam dois prêmios e "Cisne Negro" um (Atriz).

A exceção foi o filme "Bravura Indômita" dos irmãos Coen que ficou " a ver navios".  Com 10 indicações, o remake não ganhou em nenhuma (merecia o prêmio de Melhor Fotografia, pelo menos). Eu que esperava dar uma zebra e "Lixo Extraordinário" sair vitorioso na categoria Melhor Documentário em Longa-metragem, tive que aceitar a premiação do elogiadíssimo "Inside Job".Agora, é preparar para conferi-lo, assim como o dinamarquês "Em Um Mundo Melhor" que tem estreia marcada nas telas brasileiras, no dia 11 de março.

Agora, o bangalô pede licença para apontar os altos e baixos da noite de premiação, incluindo a chegada dos famosos no Tapete Vermelho (ou seria Rosado?).

Em Alta:

-Muito bem vestidas, Amy Adams, Natalie Portman, Mila Kunis, Michelle Williams, Kathryn Bigelow e Marisa Tomei fizeram bonito na passagem pelo Tapete Vermelho

- A escolha de Anne Hathaway para apresentadora da cerimônia. Em alguns momentos, sua performance pode ter beirado o exagero, mas de uma forma geral, ela mandou bem, tanto em beleza (foram oito modelitos trocados durante a noite) como em simpatia e desenvoltura.

-A bela dupla Jake Gyllenhaal e Amy Adams apresentando a categoria Melhor Curta

-Kirk Douglas, aos 94 anos, não perdeu o bom humor e antes de revelar a vencedora na categoria Melhor Atriz Coadjuvante, lembrou que mesmo indicado três vezes, nunca levou para a casa a estatueta

-"A aparição no palco" do apresentador Bob Hope em sua apresentação na cerimônia de 1953,  primeira a ser transmitida pela TV. Boa sacada do pessoal da produção da festa e dos profissionais responsáveis pelos efeitos

- Melissa Leo quebra o protocolo e fala palavrão na hora do discurso de agradecimento. Ousada...

- Natalie Portman agradecendo ao marido por ter lhe dado o papel mais importante de sua vida (o de ser mãe)

Em Baixa:

- Cate Blanchet, Nicole Kidman, Madona erram feio no modelito, enquanto Sandra Bulock esquece de pentear os cabelos

-James Franco completamente ofuscado pela colega Anne Hathaway na apresentação da cerimônia

- Javier Bardem apesar de bastante elegante, parecia ter bebido umas tequilas a mais, antes de entrar no palco para sua apresentação

-Os irmãos Coen saem de "mãos abanando" do Oscar 2011, já que "Bravura Indômita" recebeu 10 indicações e não ganhou nenhum prêmio

-Na transmissão pela TNT, Rubens Ewald Filho (figura que admiro muito) pegou "pesado" com o  diretor  Luke Matheny do filme "God Of Love" vencedor da categoria Melhor Curta. Será que o rapaz merecia tudo aquilo?


Legenda da Foto 1: Depois da derrota no ano apssado, finalmente, Colin Firth coloca as mãos no Oscar

Legenda da Foto 2: Natalie Portman teve sua irrepreensível atuação em "Cisne Negro" reconhecida pela Academia

3 comentários:

Lica Melo disse...

Com certeza foi totalmente previsível! fiquei feliz com as premiações dos meus favoritos: Nathalie, Colin e Christian. Não desmecerendo, mas não achei que Inception ia ganhar para Alice. E fiquei triste que Black Swan só ganhou 1 prêmio ;/

Bangalô Cult disse...

Pois é Lica, o Oscar 2011 foi dos intérpretes. Tirando Christian Bale (eu preferia que Geoffrey Rush vencesse), os outros astros vencedores mereceram mesmo.
Quanto à "Origem", acho-o melhor que "Alice no País das Maravilhas" em vários aspectos.
É isso...

Laryssa Viana disse...

Oi Suyene tudo bem? O discurso da Melissa Leo foi tão ridículo, afinal, fez tanto p/ ganhar (já sabendo que levaria) que ganhou, p/ que toda aquela encenação??? Deveriam ter tomado o prêmio de volta!!! Parecia o Jim Carrey. Diferente da Natalie Portman que beirava sinceridade e simpatia. Hailee merecia mais!!! No geral senti falta de um Oscar p/ ‘Bravura Indômita’ (talvez o da Hailee) e queria ‘Toy Story 3’ como Melhor Filme, fora isto, no geral a premiação foi bastante equilibrada, mas a premiação não foi melhor que a anterior!!!

Abraços Laryssa