sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Quadrinho nada "Ordinário"

                                                                                Ouvindo "Best of Bee Gees Vol. 2"

Foi folheando o Estadão de hoje, que deparei-me com uma matéria sobre o lançamento do livro "Ordinário" de Rafael Sica, um quadrinista gaúcho que começou a carreira aos 17 anos, no jornal do Sindicato dos Bancários e depois, passou a publicar suas charges num diário de Porto Alegre.

Como interessada pelo mundo dos quadrinhos (já escrevi aqui, algumas vezes, sobre o assunto) fui logo acessar o blog ( rafaelsica.zip.net), a fim de conhecer seu trabalho. E que surpresa!!!!

As tiras são 'silenciosas' e em P & B, mas têm uma força, provocam uma perplexidade...Isso tudo porque apesar do traço econômico, Rafael  é contundente na crítica que faz à sociedade contemporânea. O interessante é que,  muitas vezes, deixando a situação em aberto, faz com que o leitor se perceba naquele personagem anônimo focado nas micro histórias. Não é um trabalho para os menos iniciados na arte dos quadrinhos e, portanto, pode ter um público bem mais restrito do que o habitual. 

No entanto, a obra de Rafael merece ser conhecida. Se pela compra do livro, que saiu pela editora Quadinhos na Cia. e custa R$ 29, ou pelo blog, você é que decide.

Texto: Suyene Correia

2 comentários:

taylanne disse...

Muito bons os quadrinhos do rapaz. Ferozes e com uma certa melancolia do contemporâneo.
Bela dica.

taylanne disse...

Muito bons os quadrinhos do rapaz.
Ferozes e com uma certa melancolia do contemporâneo.
Bela dica.