segunda-feira, 16 de julho de 2012

Selma Reis "canta" Paulo César Pinheiro


Poeta da Voz_CD de Selma Reis_bangalocult.blogspot.com
No último sábado, a cantora fluminense, Selma Reis, realizou um belo show no Teatro Tobias Barreto. Ela veio apresentar aos sergipanos o novo show intitulado “Cabaré de Florbela”, em que intercalava canções de grande sucesso nacional e internacional com poemas da portuguesa Florbela Espanca.

Acompanhada apenas do piano primoroso de Misael da Hora e da percussão de Régis Gonçalves, Selma Reis emocionou o público presente com as interpretações de “Sangrando” de Gonzaguinha (logo na abertura do show), “Grito de Alerta” (em que ‘dedicou’ a um rapaz da plateia, Danilo), “Ne Me Quitte Pas” de Jacques Brel, “Se Bastasse uma Canção” (Eros Ramazzoti e P.Cassano/A.Cogliati versão: Paulo César Feital)  e “O Que é o Amor? (Danilo Caymmi/Dudu Falcão), entre outras.

Não deixou de apresentar no set list, também, algumas canções de Paulo César Pinheiro, como “Vou Deitar e Rolar” (em parceria com Baden Powell) e “Viagem” (em parceria com João de Aquino), que compõem o mais recente disco da cantora, “Poeta da Voz”.

Neste trabalho, lançado em novembro de 2009, são apresentados alguns dos melhores trabalhos do compositor carioca, a exemplo de “Portela na Avenida” (participação especial de Beth Carvalho), “Banho de Manjericão” (João Nogueira e Paulo C. Pinheiro), “As Forças da Natureza” (João Nogueira e Paulo C. Pinheiro), “Bodas de Vidro” (Sueli Costa e Paulo C. Pinheiro), além das canções citadas acima.
Ao todo, o CD “Poeta da Voz” traz 15 faixas, sendo que 14 são muito bem defendidas por Selma, e a penúltima, “Ofício” conta com o próprio homenageado declamando o poema de sua autoria.

Segundo o crítico musical Sérgio Cabral, “Selma Reis cuida de cada palavra com amor de mãe, acentuando o sentido, a sonoridade, a poesia e a música. Tudo isso com uma emoção- não há como negar- maternal.”
De fato, nota-se ao ouvir o disco, o quanto Selma dedicou-se ao trabalho de gravação, ao mesmo tempo que percebe-se o talento dos arranjadores Cristóvão Bastos, Paulo Malaguti, Fernando Carvalho e Victor Biglione, dando um toque todo especial às canções de Paulo César Pinheiro.

No disco, lançado pela Tessitura Musical (selo da cantora), Selma Reis conta com a participação de músicos de alto nível: Robertinho Silva (bateria e percussão), Alceu Maia (cavaquinho), Luciana Rabello (cavaquinho), Dodô Ferreira (Baixo Acústico e elétrico), Marcos Zama (percussão), Domingos Teixeira (violão), Felipe Prazeres (violino - spalla da Orquestra Petrobras Sinfônica), Hugo Pilger (violoncelo - OPES), José Carlos Ramos (sax tenor e flauta), Aldivas Ayres (trombone), José Arimatéia (flugel e trompete), Jessé Sadoc (trompete), Marcos Nimrichter (acordeon).

O resultado é de um trabalho consistente e de qualidade que confirma uma trajetória de 25 anos de sucesso e 12 discos gravados. Vale a pena conferir!

Nenhum comentário: