sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Streep deve ganhar o Globo de Ouro por "Julie & Julia"





Já perdi as contas de quantas vezes a atriz Meryl Streep (uma das minhas favoritas do cinema) já recebeu indicações ao Globo de Ouro e ao Oscar. Neste domingo, ela poderá ganhar mais uma estatueta (Globo de Ouro) pela sua atuação irrepreensível como Julia Child, no filme "Julie & Julia" (basta assistir aos vídeos da Julia Child verdadeira e sentir a personificação de Meryl).

Tanto Streep como a atriz Amy Adams (Julie Powell) estão ótimas nesta comédia de Nora Ephron baseada justamente no livro homônimo escrito por Powel em 2004 e "Minha Vida na França" livro de memórias de Child.

O filme segue uma estrutura narrativa semelhante "As Horas" de Stephen Daldry, já que acompanhamos de forma intercalada, a vida da funcionária pública, balzaquiana, Julie Powell, que mora em New York, em pleno 2002 (poucos meses depois do 11 de Setembro) e da ex-funcionária pública Julia Child, que depois de passar uma temporada em Paris (por conta de seu marido diplomata) e se encantar com a gastronomia daquele país, decide investir na culinária, sem sequer saber fritar um ovo.

O detalhe é que enquanto acompanhamos a determinação de Child em se tornar uma cozinheira  nos final dos anos 40, em plena França, já que precisa ocupar o tempo vago com alguma atividade e escolhe a arte de cozinhar como "passatempo"; também vemos Powell tentar driblar o marasmo de sua vida "certinha" com algo que lhe dê tesão, daí seu investimento na culinária.

Mas esta, ao contrário de Child, que nem a conhece, agrega a produção de um blog ao desafio de fazer em um ano, as 524 receitas do livro "Mastering The Art of French Cooking" de autoria de Julia. Na verdade, Julie fica obcecada pela vida e produção gastronômica da senhora simpática, de voz engraçada, cujos programas televisivos, ela acompanhava, colocando em xeque até o seu casamento.

Cada uma, a seu modo, utilizou a arte culinária como refúgio, mas passados os maus momentos, a gastronomia ficou impregnada em suas vidas e as projetou profissionalmente. Um belo filme que vai agradar a um público em geral, não importando se você é um expert na cozinha ou um principiante.

Texto: Suyene Correia

Legenda da Foto: A verdadeira Julia Child que morreu aos 92 anos
    

6 comentários:

um ser anônimo de outro estranho disse...

Su! pena que não o assisti na epoca que vi do começo ao fim em ssa,mas pela descrição, deve sim com certeza ser um excelente filme! queria eu conseguir voltar a aju ainda há tempo de vê-lo assim como também a Abrazos!
Bom, quanto ao número de estatuetas do oscar que Meryl foi indicada até o ano passado foram 14 vezes. Sendo esse ano mesmo mais uma indicação, será a 15.

Beeeijo e parabéns pelo blog sempre!

Belisa Cardoso disse...

Eu também adoro a Meryl Streep, é uma da minhas atrizes prediletas, assim como a Kate Winslet.Acho que ela cumpre muito bem o seu trabalho com o maior cuidado, além de ser muito talentosa!
Pretendo assistir esse filme, deve ser bom!
Muito legal!!!!
bjoss

Bangalô Cult disse...

É isso mesmo, Rick, serão 15 indicações esse ano. É que escrevi no calor da inspiração e nem fui fazer pesquisa alguma sobre esse detalhe.
Queria mesmo era escrever logo sobre "Julie & Julia", minha impressão bem coesa sobre o filme
Mas valeu pela lembrança. E volte logo para vc poder assisti-lo.
Bjs

Suyene

Bangalô Cult disse...

Pois é, Belisa, acho que vc não irá se arrepender. O filme é muito bom, flui que é uma maravilha.
Abçs
Suyene

um ser anônimo de outro estranho disse...

oi meu bem! sim eu compreendi sua intenção e acho excelente.na emoção nem nos detemos aos detalhes como esses de indicações hehehe! bom o que tenho a te dizer é que este filme entrou aqui em floripa e hoje mesmo já fui assistí-lo. e lembrei-me de ti e suas palavras a cada cena que assistia e que se seguia no decorrer do filme. uma sequencia que te prende do inicio ao fim e te faz se envolver total com ambas personagens e seus respectivos companheiros.eu saí dele simplesmente extasiado!claro que sou suspeito um pouco por ser fã da meryl que mal saiu desse filme e já tem outro a engatar nos cinemas,uma comédia romântica em que ela se separa e passa a ter um caso com o ex-marido depois que ele volta a se casar...enfim,meryl é sempre bem vinda a se ver e como julia child foi divina! Só não entendi algo do filme,que depois discutiremos,tá!
Ah! Ela ganhou o globo de ouro por julia né!Vi no jornal,mas não especificaram se foi por atriz ou coadjuvante,vc me tira essa duvida?
Beeeijo grande meu bem,saudades de ti!

Bangalô Cult disse...

Ricardo, querido, Meryl ganhou o Globo de Ouro de melhor atriz de comédia ou musical.
Bj grande e volte logo...

Suyene