segunda-feira, 1 de agosto de 2011

O Povo não quer só comida...quer cultura também


A prova viva do título dessa postagem, foi a multidão que lotou as dependências do Teatro Tobias Barreto na tarde de ontem, para conferir mais uma apresentação do grupo mineiro de teatro Ponto de Partida. No sábado, à noite, uma plateia que preenchia todos os lugares da parte debaixo do teatro e metade do mezanino, para assistir ao espetáculo "Ciganos", já prenunciava o quanto de gente estaria no dia seguinte para ver a encenação de "Os Gnomos Contam a História do Gato Malhado e a Andorinha Sinhá" adaptação do texto de Jorge Amado.

Pela primeira vez no Estado, por conta do projeto "Expedições", patrocinado pela Vale, o grupo Ponto de Partida, que contabiliza 30 anos de existência, mostrou que uma ótima performance conquista até mesmo àqueles que não são acostumados a frequentar os espaços cênicos. Mesmo com um número significativo de crianças, que tinham tudo para "zonar", o que se viu foi um público bem comportado ao longo dos 70 minutos de espetáculo.
Eu que sou acostumada a assitir a quase todo tipo de espetáculo naquele recinto e, consequentemente, a estar ao lado de pessoas que se dizem intelectuais, educadas, mas não têm a sensibilidade de desligar o celular numa apresentação da Orquestra Sinfônica de Sergipe ou mesmo de desligar o flash da câmera, desejei que esses mal educados estivessem lá ontem, só para aprender um pouquinho com a gurizada.

Claro que uma ou outra criança de tenra idade abriu o berreiro, lá pelas tantas, mas os pais conscientes se retiraram da plateia, a  fim de que o choro dos bebês não soassem como ruídos indesejáveis. Está de parabéns não só o grupo dirigido por Regina Bertolo e contando com a produção executiva de Fátima Jorge, por conta do excelente trabalho desenvolvido, como também o público que fez sua boa ação- trocando um livro por um ingresso- e se comportou como verdadeiros ladies and gentlemen.

Legenda das Fotos: Cenas do espetáculo "Os Gnomos contam a História do Gato Malhado e a Andorinha Sinhá"

Fotos: Suyene Correia
Postar um comentário